TECNOLOGIAS

SLA
Stereolithography

A Estereolitografia é um processo de fabricação aditivo onde o objeto tridimensional é construído através da projeção de um laser ultravioleta numa cuba de resina de fotopolímero líquido. Com a ajuda de software CAD/CAM, o laser é utilizado para efetuar a forma pretendida sobre a superfície do recipiente de fotopolímeros. Em virtude dos fotopolímeros serem fotossensíveis à luz ultravioleta, a resina, quando exposta ao laser, solidifica e forma uma camada do objeto desejado. A plataforma móvel, onde as camadas sólidas são colocadas, baixa o equivalente à espessura de uma camada, e o laser projeta a forma da camada seguinte sobre a resina líquida. Este processo é repetido camada após camada até que o objeto 3D esteja concluído.

Uma vez o modelo terminado, a plataforma sobe e a resina em excesso é extraída. O modelo passará por um período de cura em câmara de UV e posteriormente estará disponível para o pós-processamento, de acordo com os requisitos da aplicação a que se destina.

A Estereolitografia requer a utilização, na peça impressa, de estruturas de suporte que se ligam à plataforma elevatória de modo a evitar desvios por ação da gravidade e a segurar seções transversais, resistindo à pressão lateral da cuba, cheia de resina líquida.

O equipamento SLA disponível na 3D LIFE possibilita a impressão com uma definição entre os 0,1mm e os 0,025mm (100 µm – 25µm).

A Estereolitografia foi a primeira tecnologia utilizada na impressão de objetos em 3D. Foi inventada em 1986, por Charles Hull.

← Voltar a Tecnologias

SLA

GALERIA